01 – Fundamentos de Gestão de Projetos

Aqui é o melhor ponto de partida para você conhecer o mundo da Gestão de Projetos.

COMO É

O CURSO?

Tudo que é desenvolvido pelo homem, que altere de alguma forma significativa o curso de seu destino, passa por um projeto. Toda mudança intencionada do status quo é realizada através de um projeto, que produz um resultado único e tem um início e um fim pré-determinado. É aí que começa a sua jornada pelo mundo fascinante de domador de incertezas, que vai conseguir impactar de forma inequívoca o resultado de organizações, e por que não, de sua própria vida pessoal, repleta de projetos.

O gerenciamento profissional de projetos começou a se desenvolver recentemente, a pouco mais de 60 anos e é, portanto, uma disciplina nova se comparada com atuações profissionais clássicas. Assim, não há uma forma única e consolidada de se realizar uma gestão profissional de projetos. É um sistema complicado e complexo, podendo obter bons resultados com técnicas variadas. Existem, consequentemente, várias escolas e linhas de pensamento, todas com seus méritos.

Começamos a jornada justamente conhecendo no primeiro bloco as principais escolas de gestão de projetos e suas principais características. Começamos pela maior e mais conhecida, especialmente nas Américas, o PMI Project Management Institute, na qual vale um aprofundamento. Vamos conhecer também a britânica IPMA International Project Management Association, a entidade mais antiga; a Axelos, que representa a entidade governamental britânica que criou o PRINCE2 e outras metodologias; a APM          Association for Project Management; a IPA Independent Project Analysis, que criou a metodologia        FEL Front End Loading, e algumas plataformas de Agilidade que impactam na Gestão de Projetos. 

Depois dessa contextualização falaremos no segundo bloco dos conceitos essenciais, core, que navegam por todas as escolas, tais como: papéis e responsabilidades, governança, complexidade, o ambiente de projetos, as estruturas organizacionais, competências chave, PMO, entre outros. 

Seguindo nos dois últimos blocos, um seria dedicado ao gerenciamento preditivo de projetos e o último ao gerenciamento ágil e híbrido.

Ao final do curso, você entenderá como são gerenciados projetos de vários tipos, vai conhecer as principais ferramentas e artefatos, vai entender as diferentes linhas de pensamento, podendo em mais tarde se aprofundar em uma ou mais.

PRÓXIMAS TURMAS:

Carga Horária Total: 16 horas: 6h de aulas gravadas, 6h online ao vivo, 3h de exercícios, 1h hora de prova.

POR QUE
FAZER
ESTE CURSO

Qualquer profissional atualmente lida com projetos, seja como parte da equipe ou naturalmente, evolui para liderar projetos em sua carreira. Um grande erro é pensar que basta ter bom senso e ser organizado para gerenciar projetos. Até pode ser suficiente para organizar churrascos e festas. Porém nas organizações, falhas de gerenciamento saem caro demais e podem lhe custar anos de atraso em sua carreira. Aprenda as melhores práticas e seja também um profissional de projetos para poder decolar mais rápido rumo aos seus objetivos.

OBJETIVOS DO CURSO

  • Iniciar um profissional de qualquer área nos segredos e conceitos fundamentais da gestão de projetos;
  • Dar uma visão holística das principais as escolas e linhas de pensamento da moderna gestão de projetos;
  • Desenvolver as técnicas básicas para o profissional ter um conjunto mínimo de ferramentas de gestão aplicáveis;
  • Preparar o participante para um trajeto profissionalizante em gestão de projetos com uma base sólida e nivelar o conhecimento essencial.
PARA QUEM
ESTE CURSO
É INDICADO

Qualquer profissional de qualquer área que deseje se iniciar na disciplina de gestão de projetos. É mais comum ver profissionais que obrigatoriamente lidam com projetos no seu dia a dia, mas que não tiveram nenhum treinamento formal, como engenheiros, desenvolvedores de tecnologia, administradores, arquitetos, empresários, e muitos outros, mas de fato é um conhecimento que todos deveriam ter. Não há pré-requisitos.

RESULTADOS APÓS O CURSO
NAS PESSOAS
  • Saber que existem várias abordagens e conhecer as principais;
  • Poder gerenciar projetos com mais confiança;
  • Entender quando se usar possíveis abordagens mais adequadas ao contexto;
  • Conhecer as principais ferramentas de gerenciamento de projetos;
  • Dar base para poder seguir no Programa Avançado para Profissionais de Projetos;
  • Dar base para buscar, comais aprofundamento, uma certificação profissional de gerenciamento de projetos.
NAS ORGANIZAÇÕES
  • Aumentar a maturidade da equipe no tema de gerenciamento de projetos;
  • Nivelar o conhecimento dos colaboradores que trabalham com projetos na empresa;
  • Melhorar o resultado do portfolio de projetos da organização;
  • Melhorar o desempenho das equipes envolvidas em gerenciamento de projetos;
  • Preparar a organização para uma gestão híbrida de projetos e produtos.

Conteúdo Programático

1.1 PMI – Project Management Institute

1.2 IPMA – International Project Management Association

1.3 Axelos – PRINCE2, MoP

1.4 APM – Association for Project Management

1.5 IPA – Independent Project Analysis e a Metodologia FEL – Front End Loading

1.6 Agilidade – LEAN, SCRUM, KANBAN

1.7 Híbrido – DA, PRINCE2 Agile, FLEKS

1.8 Project Management Readiness Levels – Análise contextual para seleção de abordagens

1.9 Por onde seguir?

2.1 Definições básicas: Projeto, GP, Programa, Portfolio, Stakeholders, outros.

2.2 Ciclo do Negócio

2.3 Sucesso e Resultado

2.4 Governança, Estruturas organizacionais

2.5 PMO – Project Management Office

2.6 Business Case, Análise de negócios

2.7 Quem está envolvido? Stakeholders, papéis e responsabilidades

2.8 Tipos de projetos

2.9 Contexto e Cultura, Complexidade

2.10 Ciclos de Vida do Projeto

2.11 Abordagens de Gerenciamento: Preditivo, Incremental, Iterativo, Agil/Adaptativo, Híbrido

2.12 Metodologias, Customização/Tailoring

2.13 Restrições e Premissas

2.14 Financiamento de projetos

3.1 Visão PMI – PMBOK

3.1.2 Processos de gerenciamento: Iniciação, Planejamento, Execução. Monitoramento e Controle, Encerramento

3.1.3 Mapa de Processos

3.1.4 Áreas de Conhecimento: Integração, Partes Interessadas, Escopo, Cronograma, Custos, Qualidade, Recursos, Comunicações, Riscos, Aquisições

3.1.5 Principais Artefatos de Gerenciamento

3.1.6 Principais Técnicas e Ferramentas

3.2 Ferramentas disponíveis

3.2.2 MS Project

3.2.3 WBS Schedule Pro

3.2.4 outras

4.1 O ciclo da mudança organizacional, racionalismo e empirismo

4.2 O Manifesto Ágil e sua evolução

4.3 As premissas para uma abordagem ágil

4.4 Práticas e Frameworks Ágeis

4.5 Lean Thinking

4.5.2 Toyota Production System’s 4Ps

4.5.3 A conexão entre Lean Thinking e Agile

4.6 Scrum

4.6.2 Origens e conexão com Agile

4.6.3 Visão geral do framework, suas fortalezas, limitações e possibilidades

4.7 Kanban

4.7.2 Kanban e kanban

4.7.3 Visão geral do framework, suas fortalezas, limitações e possibilidades

4.8 Lean Startup

4.8.2 Os 5 princípios do Lean Startup e sua conexão com Agile

4.8.3 Visão geral do framework, suas fortalezas, limitações e possibilidades

4.9 Ferramentas disponíveis

4.9.2 Trello

4.9.3 Jira

4.9.4 Meistertask

4.9.5 Monday.com

4.9.6 To-Do-Based Tools

SME / INSTRUTOR

Gino Terentim

Empreendedor, Palestrante, Autor

Pai da Isa, filho da Dona Arlette, do Seu Gino e marido da Lu. Foi Coordenador Geral de Gerenciamento de Projetos no Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações; Doutorando pela Université de Bordeaux, com MBE em Economia Brasileira pela FEA/USP e MBA em Gerenciamento de Projetos pela ESALQ/USP, possui conhecimento e experiência em Lean, Agile, Planejamento Estratégico, Gerenciamento de Portfólios, Programas e Projeto. É mentor de Startups, professor e cultivador de plantas carnívoras, empreendendo e buscando tornar o mundo um lugar ainda melhor por meio da educação.

Ver mais

Roberto Pons

CEO | P-LAB, Consultor, Professor

Mestre em Gerenciamento de Megaprojetos pela Universidade de Oxford, Inglaterra, Engenheiro Eletrônico com especialização em Ciência da Computação pela Princeton University, EUA, com MBA em Gerenciamento de Projetos pela FGV, certificado como PMP pelo PMI, coach certificado pelo Instituto Internacional de Coaching. Atua como empresário, palestrante, professor e consultor de projetos. Autor e revisor técnico de artigos, desenvolvedor voluntário de novos padrões de GP como o Guia PMBOK, o padrão de Riscos do PMI e a norma de Gestão de Projetos da ISO 21.500 junto à ABNT. Foi professor de pós-graduação em Gerenciamento de Projetos da FGV, COPPEAD e UFRJ, e atual responsável acadêmico pelos cursos e produtos da RMC – Rita Mulcahy oferecidos pela P-LAB no Brasil.

Ver mais

A P-LAB utiliza cookies e tecnologias semelhantes, como explicado em nossa Política de Privacidade, para recomendar conteúdo e publicidade. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário aceita tais condições.